Paulo Afonso, 10 de agosto de 2022

Polícia

Polícia deflagra operação contra grupo suspeito de fraudar licitações na prefeitura de Euclides da Cunha

A Polícia Civil da Bahia deflagrou, nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (4), uma operação para desarticular um grupo responsável por fraudar licitações na prefeitura da cidade de Euclides da Cunha. Segundo informações preliminares divulgadas pela RecordTV Itapoan, a ação está sendo realizada por diversas equipes, em Salvador e nos municípios de Araci, Monte Santo, Teofilândia, Lauro de Freitas, Pojuca e Euclides.

Um dos endereços alvos da operação é um apartamento residencial do Edifício Lívio, na Alameda Págua, no bairro da Pituba, na capital baiana, onde policiais estiveram logo no início do dia. Um promotor do Ministério Público da Bahia (MP-BA) informou à emissora que trata-se de uma ação do Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (GAECO), com apoio do órgão.

Ao todo estão sendo cumpridos 22 mandados de busca e apreensão, e outros dez mandados de prisão, contra suspeitos pelos crimes de organização criminosa, peculato e falsificação de documentos. Conforme as informações iniciais, o grupo é suspeito de fraudar as licitações para favorecer empresas na locação de equipamentos e prestação de serviços à prefeitura de Euclides da Cunha.

Por volta das 5h50 agentes da Polícia Civil já se encontravam na porta da Torre América, do Salvador Shopping Business, na região da Avenida Tancredo Neves. Procurada, a assessoria de imprensa da PC-BA ainda não se manifestou e nem confirmou se a operação está sendo realizada também no edifício.

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts