Paulo Afonso, 17 de junho de 2024

Artigos

Eleições diretas, já!

A rede pública municipal de ensino da “capital da energia” Paulo Afonso, cidade que no próximo dia (28) completará 61 anos de emancipação política, e que carece de mudanças estruturantes dentre as quais, porém não menos importante está a urgência da implementação do processo democrático de gestão escolar, eleições diretas para os cargos de diretoria nada mais é, do que um gesto importante em prol do amadurecimento de uma gestão pública ética e transparente.

A comunidade escolar tem o direito de votar e escolher os seus gestores sem que haja, interferência político partidária. O ambiente escolar é a certeza da iniciação da prática da participação popular.

Não existe no parlamento municipal uma pauta propositiva sequer que suscite a abertura de dialogo junto a comissão de educação da casa das leis. Talvez, algum dos vereadores possa até pensar no assunto mas não manifestou se publicamente a esse respeito. Quem sabe por medo de desagradar ao “chefe” que é o prefeito, quando na verdade quem vota é o povo.

Pois bem, fui pego meio que de surpresa quando me deparo com a convocação de eleições para dirigente escolar, ledo engano. De fato a convocação é real, porém em um outro município da Bahia que não, Paulo Afonso.

Enquanto isso as velhas práticas arcaicas e cordelistas continuam em absoluto domínio. O povo sendo preterido das decisões para atender aos desmandos de grupos políticos que colhem dividendos econômicos em favor do apadrinhamento político partidário.

As regras postas são de uma crueldade social que acaba criminalizado pautas históricas do movimento estudantil. Carecemos reverberar nossos anseios em tempos de cerceamento às liberdades democráticas. É como se fosse mais simples fazer o mais difícil, só para garantir o distanciamento do povo no processo de gestão pública.
É na escola que aprimorarmos nosso saber.

Geraldo Alves – Comunicador Popular

Esse artigo não representa necessariamente a opinião do Portal Tribuna Mulungu

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts