Paulo Afonso, 23 de fevereiro de 2024

Artigos

ASPECTOS AMBIENTAIS DO BTN: UMA COMUNIDADE EXEMPLO

Saber juntar lixo e depois descartar fora de nossa casa é fácil, pois a Prefeitura recolhe sempre nos dias alternados e previamente marcados com comunidade.

É fácil, basta colocar em sacos usados de plásticos e aguardar o momento em que o caminhão passa e leva. Todo mundo faz essa tarefa numa boa.

Precisamos de forma gradual aprender e separar os tipos de lixos que produzimos diariamente, e isso no Brasil ainda não há um processo de educação ambiental mais pragmática por parte das sociedades, devido à falta de ação eco pedagógica dos órgãos responsáveis em instigar as comunidades para tal evento. O que vejo e lamento são ações teóricas dos órgãos educacionais e ambientais que em nada contribui para ensinar e orientar didaticamente como fazer coleta seletiva. O resultado é a mistura do lixo seco e molhado, onde muitos desses poderiam ser reaproveitados e gerarem renda.

Mas no caso do nosso bairro BTN, a história é outra, pois com uma observação de vários anos em diversas comunidades, notamos um processo social de não descarte aleatório de lixo nas ruas, ou seja, a sociedade do BTN já entende e serve de exemplo nesse caso, que não devemos jogar qualquer tipo de lixo nas ruas.

Um exemplo a ser seguido, o modelo real, uma cultura a ser copiada, pois quando andamos em alguns bairros do BTN, notamos ruas limpas, numa clara demonstração de que o bairro tem pessoas conscientes e antenadas com as questões socioambientais, com o futuro (aliás, o bairro finalmente entra para as demandas de empregabilidade e renda com a chegada de investimentos públicos e privados que estão por vir) e com a saúde pública, por isso parabenizo mais uma vez aos moradores e admiradores desse bairro que tanto tem esforçado em ser um bairro de qualidade e bom de viver.

Professor Silvano Wanderley

*** Esse Artigo não representa necessariamente a opinião do Portal Tribuna Mulungu

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts