Paulo Afonso, 10 de agosto de 2022

Polícia

Suspeitos de matarem pauloafonsinos e cortarem braços e pernas são presos com armas e drogas

Policiais militares do 7º – Batalhão de Polícia Militar, prenderam na madrugada desta segunda-feira, 1, dois homens acusados de matarem dois pauloafonsinos com requintes de crueldade, no último dia 25 de julho no Povoado Capiá da Igrejinha no município de Ouro Branco, no Sertão de Alagoas. As prisões foram realizadas por policiais do Pelotão de Operações Especiais (PELOPES) e CISP de Ouro Branco.

Segundo a polícia, a guarnição do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Ouro Branco, recebeu a informação por meio de denúncia dois indivíduos estariam traficando em uma localidade conhecida como Rua Lajeiro Alto, no centro da cidade. Além de estarem traficantes, a denúncia também informava que ambos seriam responsáveis por ter matados dois baianos que tiveram os pés e as mãos decepados.

De posse das informações, a guarnição solicitou apoio do PELOPES e foram até ao local. Durante a abordagem, foram apreendidos os seguintes materiais:

1 arma de fogo artesanal, tipo garruncha calibre 38;

9 munições de calibre 38, sendo três intactas e seis deflagradas;

80 gramas de cocaína

150 gramas de crack

200 gramas de maconha

1 balança de precisão

1 pulseira na cor prata

03 cordões/colar na cor prata.

Os suspeitos identificados como Carlos Eduardo da Silva Batista, vulgo ‘Neguinho’, 21 anos, e Cleiton Ricardo Soares da Silva, vulgo ‘Carcará’, 18 anos, ainda tentaram fugir por uma vegetação, mas foram capturados graças a agilidades dos policiais. Eles foram presos e conduzidos a Central de Flagrantes para os procedimentos cabíveis.

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts