Paulo Afonso, 29 de fevereiro de 2024

Geral

Secretário de Saúde de Paulo Afonso participa de audiência pública para discutir aperfeiçoamento da Rede PEBA

Audiência pública discute aperfeiçoamento da Rede PEBA (Pernambuco/Bahia) de integração dos serviços de saúde

Por ASCOM / PMPA – Publicado em 26/09/19 às 16:50

O município de Paulo Afonso está entre os mais de 55 que utilizam a Rede PEBA de integração dos serviços de saúde. A parceria interestadual foi firmada em 2009, entre os estados de Pernambuco e Bahia, com a finalidade de reorganizar a região entre Juazeiro e Petrolina, visando, principalmente a alta migração de pacientes entre as duas cidades e ao fortalecimento da atenção básica de outros municípios pactuados.

O secretário municipal de Saúde, Ghiarone Garibaldi, participou em Petrolina, de uma Audiência Pública com o tema ‘Rede PEBA – Diagnóstico e Viabilidade’. O encontro mediado pela procuradora da República em Petrolina, Ticiana Nogueira Sales, discutiu os problemas enfrentados pela rede na região. Na ocasião, gestores em saúde, representantes de unidades hospitalares e da Central de Regulação Interestadual de Leitos (CRIL), apontaram as principais dificuldades enfrentadas, principalmente nas áreas de alta complexidade.

Ghiarone falou sobre as eventuais falhas de comunicação entre os hospitais dos dois estados como um dos motivos para a demora na transferência de pacientes. Segundo ele, por não saberem que o procedimento solicitado não pode ser realiza no município, as unidades de Juazeiro e Petrolina deixam de agilizar o atendimento.

“Alguns procedimentos só são realizados em Juazeiro e Petrolina, mas às vezes, essas duas cidades não sabem da inexistência dos serviços em Paulo Afonso. Essa falha na comunicação pode gerar uma demora na transferência dos pacientes, porque, a Central de Regulação Interestadual de Leitos só pode acionar outros hospitais da região se for informado que o município de origem do paciente não oferta esse procedimento. Essa foi a discussão básica do encontro, tivemos a informação de que o problema está prestes a ser resolvido, para que tenhamos uma relação mais saudável com a rede PEBA”, disse o secretário.

O secretário concluiu dizendo que rede atende aproximadamente 1, 2 milhão de habitantes, o que, muitas vezes impede que os hospitais de Petrolina e Juazeiro consigam suprir à demanda.

“Em Paulo Afonso, atendendo à sugestão do prefeito Luiz de Deus, nós estamos qualificando nossos profissionais para diminuir o tempo de espera dos pacientes que necessitam de atendimento fora do domicílio. Em breve, o embarque do TFD será feito na Secretaria de Saúde, onde as pessoas terão um ambiente mais confortável, inclusive com uma pequena praça, arborizada e com banquinhos. Nosso objetivo é melhorar o máximo possível”, encerrou.

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts