Paulo Afonso, 23 de maio de 2022

Política

Rui Costa presta solidariedade ao povo mineiro por tragédias decorrentes das chuvas

O governador do Estado, Rui Costa (PT),usou suas redes sociais para se solidarizar com o povo mineiro, que vem enfrentando uma série de problemas decorrentes das fortes chuvas que afetam Minas Gerais. O chefe do Executivo Municipal comparou a situação com o que o povo baiano enfrentou com os temporais registrados no final de 2021.

“Minha solidariedade ao povo de Minas Gerais, que tem enfrentado uma série de ocorrências trágicas em consequência das fortes chuvas que atingem o estado. Com muita tristeza, tenho acompanhado o registro de enchentes e a destruição de cidades e moradias, como aconteceu na Bahia”, escreveu no Twitter na tarde deste domingo (9).

No último sábado (8), a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) atualizou os números referentes à população atingida pelas enchentes que ocorreram em diversas regiões do estado no último mês de dezembro.

Com base em informações recebidas das prefeituras, a pasta aponta que agora são, oficialmente, 26.607 desabrigados, 61.516 desalojados, dois desaparecidos, 26 mortos e 520 feridos. O número total de atingidos chega a 850.424 pessoas.Segundo a Sudec, os números correspondem às ocorrências registradas em 176 municípios afetados.

Em outro tweet, Rui também se solidarizou com as vítimas da queda do paredão no Lago de Furnas, em Capitólio, Minas Gerais, no último sábado – bem como com seus familiares. Ao todo, dez pessoas morreram no acidente. Duas vítimas já foram identificadas, mas só o nome de uma delas foi divulgado. Todas as pessoas estavam na lancha batizada de “Jesus”.

As equipes de buscas não trabalham mais com a possibilidade de desaparecidos, mas os bombeiros seguem trabalhando no local para encontrar destroços e fragmentos.

“O desabamento de um paredão de rocha em Capitólio causou muita comoção e dor, assim como as inundações registradas. A todas as vítimas e seus familiares, meus sentimentos. Que tenham muita fé e força para que possam reconstruir essas cidades, como já estamos fazendo na Bahia”, concluiu Rui.

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts