Paulo Afonso, 22 de maio de 2024

Paulo Afonso

Professores do IFBA campus Paulo Afonso declaram greve; aulas são suspensas

A Direção Geral do campus Paulo Afonso do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) anunciou a suspensão das aulas por tempo indeterminado devido à greve dos servidores. A paralisação inclui tanto docentes quanto técnicos administrativos, que aderiram à greve nacional convocada pelo SINASEFE.

A greve afeta substancialmente o funcionamento do campus, levando a administração a tomar medidas para assegurar um ambiente seguro e eficiente. Este movimento grevista faz parte de uma mobilização mais ampla, que já conta com a adesão de 470 instituições da rede federal de educação em todo o Brasil. As principais reivindicações são a recomposição salarial e a reestruturação das carreiras dos profissionais técnico-administrativos e docentes.
Além do IFBA, professores de universidades federais também estão em greve, rejeitando a recente proposta do Ministério da Gestão. Eles pedem reajustes salariais e melhores condições de trabalho. As negociações entre professores e governo ainda estão em andamento, buscando atender às demandas dos educadores.

A Direção do IFBA segue monitorando a situação da greve e promete reavaliar as medidas conforme os desdobramentos locais. Informações sobre a reposição das atividades e possíveis ajustes no calendário acadêmico serão divulgadas oportunamente. A instituição reafirma seu compromisso em proteger os direitos dos estudantes e minimizar os impactos da paralisação durante este período.

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts