Paulo Afonso, 23 de setembro de 2021

Polícia

Policial civil mata a tiros cachorro que pertencia a malabarista de sinal no RJ

O delegado Moysés Santana, titular da 18ª DP (Praça da Bandeira), abriu um inquérito para investigar a morte de um cachorro por um policial civil, durante uma discussão, na tarde desta segunda-feira, dia 19. De acordo com o registro de ocorrência feito na distrital, Ney Côrtes da Silva, lotado na Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), teria disparado contra o vira-lata após um desentendimento com a sua dona, uma artista circense de 21 anos.

Por volta de 15h30, policiais militares do 4º BPM (São Cristóvão) foram chamados pela mulher, que, acompanhada de um amigo, alegava que o agente os havia confrontado com uma arma de fogo e dado um tiro em seu cachorro. Na delegacia, Ney admitiu o disparo, mas alegou que o cão ia lhe atacar.

O caso foi enquadrado no crime de maus tratos a animais, com o agravante morte, e diligências devem ser feitas nos próximos dias. Em nota, a Polícia Civil informou que a Corregedoria da corporação irá apurar o caso com rigor.

As informações são de O Globo

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts

ENQUETE

Como você avalia a postura do Presidente Bolsonaro na Semana da Pátria

RESULTADO PARCIAL

Carregando ... Carregando ...