Paulo Afonso, 10 de agosto de 2022

Economia

Paulo Afonso tem atraído turistas por conta dos cânions, cachoeiras e reservas ecológicas

A Bahia é o quinto maior estado do país e possui um número incrível de destinos que atraem turistas de todo o mundo. Bem no sertão baiano, a 460 km da capital, às margens do Rio São Francisco, fica a cidade de Paulo Afonso, conhecida como a capital da energia, fazendo fronteira com os estados de Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

Segundo Thiago Sena, diretor de interiorização da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Regional Bahia (ABIH-BA), várias regiões do estado têm grande potencial turístico, mas permanecem pouco conhecidas, com belas paisagens, riquezas naturais e patrimônio histórico cultural. Paulo Afonso mesmo é um grande exemplo, região privilegiada pelas belezas naturais, que envolvem cânions, cachoeiras, reservas ecológicas e tudo o que se precisa para o turismo de aventura. Os visitantes podem praticar bungee jump, escalada de paredões, rapel, bicicross e rally.

A área de Paulo Afonso é conhecida pelas suas riquezas arquitetônicas e culturais, como casarões coloniais portugueses, o museu Casa de Maria Bonita, o Museu a Céu Aberto de Artes Rupestres com pinturas de nove mil anos atrás e a Igreja de São Francisco de Assis.

A cidade possui também uma variedade de atrativos naturais, como a Serra do Umbuzeiro, passeio pelo “Velho Chico”, o famoso Rio São Francisco, a Cachoeira de Paulo Afonso e a reserva ecológica do Raso da Catarina. Também é possível visitar pólos de piscicultura e instalações da Companhia Hidrelétrica do São Francisco – maior complexo de usinas subterrâneas do país.

A localização e infraestrutura associada à riqueza cultural e gastronômica tornam este lugar ainda mais fascinante. A cidade é linda e acolhedora, disse Juliano Medeiros, empresário e médico pernambucano e CEO do Grupo Águia, que administra os hotéis San Marino e Belvedere e o parque ecológico Vale do Sal. “Cheguei aqui há dezesseis anos e me apaixonei pelo lugar. Enxerguei grande potencial e decidi investir no turismo náutico e na hotelaria, dentre outros negócios. Hoje não tenho o menor receio em afirmar que, seja a trabalho ou a passeio, Paulo Afonso é surpreendente”.

Para Eisntien da Silva, dono do Erel Point Hotel, e Soraya Delma, dona do Hotel Bellavista, há uma grande variedade de hotéis na região que acolhem os visitantes. Além das atrações, a cidade conta com um calendário completo de eventos com potencial para fortalecer ainda mais o turismo, como o Moto Paulo Afonso, a maior corrida de motos do sertão brasileiro, e o Copa Vela, evento náutico que traz à cidade grandes shows musicais e festejos há mais de 30 anos.

O presidente da ABIH-BA, Luciano Lopes, afirma que a Bahia tem grande potencial para incrementar ainda mais o turismo e a hotelaria, e contribuir com a cadeia econômica. “O turismo tem 70 segmentos em torno dele, além de importantes sub-cadeias de economia, que envolve o turista, desde o momento que ele desembarca no aeroporto. Seguimos em frente para a sustentabilidade dos negócios e manutenção dos empregos no setor, dando suporte e atuando nas 13 zonas turísticas da Bahia”, conclui.

*Com informações do Bnews

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts