Paulo Afonso, 29 de fevereiro de 2024

Cultura

Para homenagear educadora prefeito muda nome da Biblioteca na hora da inauguração

Biblioteca Municipal é inaugurada ganha novo nome em homenagem a professora Natalice Barreto que fez história na educação em Paulo Afonso

O prefeito de Paulo Afonso, Luiz de Deus, entregou na noite desta terça-feira (30), a Biblioteca Municipal. O nome ‘Forquilha’ foi trocado para homenagear a professora Natalice Barreto, que faleceu recentemente e realizou um trabalho exemplar no exercício da profissão no município.
O nome de Forquilha, será dado a uma das alas da biblioteca, que conta com grande acervo de livros.

Prefeito Luiz de Deus – Foto: Ascom

A unidade conta com acervo de mais de oito mil livros, sendo cerca de 1,5 mil em braile, para pessoas com necessidades especiais. Espaço infantil, computadores para uso em pesquisas e sala multimídia fazem parte da estrutura da Biblioteca.

Foto: Ascom

“A leitura é a principal ferramenta para a construção de uma sociedade e essa é uma das principais obras da minha gestão – levar conhecimento ao povo de Paulo Afonso; isso é primordial. Essa homenagem a minha amiga Natalice Barreto é para que nós entendamos que os bons frutos dos que já partiram deste plano, sejam exemplos”, afirmou o prefeito Luiz de Deus. “Hoje é uma das inaugurações que estou mais feliz em realizar, podem ter certeza”, frisou.

Foto: Ascom

Edson Barreto, filho de Natalice e professor da rede municipal de ensino, agradeceu a homenagem. “Acreditar na cultura e educação é o melhor caminho e é isso que vemos hoje aqui com a inauguração dessa biblioteca. Nossa família fica lisonjeada com tamanho carinho; somos gratos por vermos nossa mãe fazer parte da história de Paulo Afonso”, ressalta.

Professor Edson Barreto filho da Professora Natalice Barreto
Foto: Ascom

Em seus discursos, os vereadores parabenizaram a gestão por realizar a entrega de um importante espaço de conhecimento e destacaram a seriedade que o governo tem com o recuso público. O secretário de Cultura e Esportes, Jânio Soares, aborda que inaugurar um aparelho deste porte na era da tecnologia é um grande desafio. “Abrir uma biblioteca com todo esse acervo em tempos de rede social é ir contra a corrente, porém, nosso desejo é ver os alunos aqui, pesquisando, extraindo o melhor. Afinal de contas, o livro é inigualável”, pontua.

Secretário de Cultura e Esportes Jânio Soares – Foto: Ascom

A primeira dama, Juvandir Tenório, a Dona Didi, subiu ao palco com a neta Luiza, que também falou da importância da biblioteca como fonte de aprendizado. Ela ressaltou o esforço do avô Luiz em ofertar projetos e ações que tragam melhorias para a comunidade.

Dona Didi ao lado da neta Luiza – Foto: Ascom

A inauguração contou com apresentação de Chorinho do grupo Regional pelo Sertão e participação dos membros dos projetos Aventureiros da Leitura e do Leitor Nº 1, com cordelistas, poetas e escritores.

Foto: Ascom

Os discursos, na maioria das vezes emocionado, traziam o sentimento de gratidão pela Biblioteca. Secretários, representantes da sociedade civil e militar e populares prestigiaram a inauguração de mais um espaço de conhecimento e aprendizado. 

Foto: Ascom

Ascom / PMPA

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts