Paulo Afonso, 22 de julho de 2024

Cultura

No segundo dia, 26/4, Luandereson e Banda, Marquinhos da Serrinha e doutores da UNEB encerram o Salão Literário da ALPA

O Instagram da Academia de Letras de Paulo Afonso resume a segunda noite do Salão Literário de Paulo Afonso, realizado nos dias 25 e 26 de abril no Espaço Cultural Raso da Catarina, sede desta Academia de Letras.

Sobre os eventos do dia 26 de abril, o Instagram @alpa_pauloafonso_oficial, destaca:


Luanderson e Banda

– SALIPA-Sarau Literário de Paulo Afonso, na sua segunda noite arrasou com Luanderson e o @forroseiscordas. Música regional da melhor qualidade.

Poeta Marquinhos da Serrinha e Isac de Oliveira, presidente da ALPA

– A 2ª noite do SALIPA- Sarau Literário de Paulo Afonso, foi um sucesso. Marquinhos de Serrinha, da cidade de São José do Egito, brilhou como uma constelação de estrelas maviosas!

Socorro Marajana e seu novo livro Conexão Mística II

Isac de Oliveira e Ivus Leal que lançou no SALIPA o seu novo livro RETALHOS e Rabiscos

– SALIPA – Sarau Literário de Paulo Afonso, financiado pela Lei Paulo Gustavo, realizado no Espaço Cultura Raso da Catarina, sede da ALPA- Academia de Letras de Paulo Afonso, nos dias 25 e 26 de abril de 2024 brilhou trazendo a sociedade Pauloafonsina a prata da casa e presenteando a comunidade com os mais novos lançamentos dos escritores Ivus Leal, Gecildo Queiroz e Marajana Araújo, todos eles imortais da ALPA!

Professor Doutor Jacques Fernandes, da ALPA e Professores Doutores Vinícius Santos, Elília Camargo e Ivandro Menezes, da UNEB – Campus Paulo Afonso

– A segunda noite do SALIPA foi encerrada com chave de ouro. Os doutores Elília Camargo, Jacques Fernandes, Vinícius Santos e Ivandro Menezes, fizeram uma aula-show com a temática: Práticas Docentes, Literatura, Produção de Textos: horizontes da educação em conexão com a Academia de Letras.

Ao final do evento, o presidente da ALPA, Isac de Oliveira colocou a seguinte mensagem no Grupo de WhatsApp da ALPA e a enviou para este site www.folhasertaneja.com.br:

MENSAGEM DA PRESIDÊNCIA SOBRE O FINAL DO PRIMEIRO SALÃO LITERÁRIO – SALIPA

O primeiro Salão Literário foi exitoso.

Impõe expressar o sentimento de gratidão aos membros diretores e aos confrades, cada que prestou contribuição – não pense que foi mínima – ao contrário, estiveram presentes no que se fez necessário, destaco os diretores: Socorro Mendonça, Gorette Moreira, Lúcia Teixeira, Maciel Teixeira e Jacques Fernandes; a assessora especial, Socorro Araújo e os confrades, João de Souza, Aníbal e Jota Lunas. Os que lançaram livros (Socorro Araújo e Ivus Leal), os que expuseram livros a venda (confrades e outros como a escritora Vanessa (da Academia de Letras de Piranhas) e Edionaldo Souza, esse com destaque a belíssima palestra sobre a metodologia do cordel. A magnífica aula ministrada pelos professores doutores da UNEB, Vinícius Santos (diretor da UNEB-Campus de Paulo Afonso), Jacques Fernandes, Elília Camargo e Ivandro Menezes, com a temática: Práticas Docentes, Literatura, Produção de Textos: horizontes da Educação em conexão com a Academia de Letras. Aos artistas da música e poesia: Izael de Jesus; Igor Gnomo e sua banda; Luanderson e sua banda e Marquinhos da Serrinha. Ao Superintendente Municipal de Cultura, Rogério Xavier, ao pessoal da cobertura de redes sociais, fotografia e vídeos (Sussu Lima e Lucas). A palavra que resume o meu sentimento é: GRATIDÃO!

Àqueles que, por algum motivo, não puderam prestar sua contribuição, não se sintam cobrados, haverá muitas oportunidades e sei que posso contar.

Aos poucos a ALPA vai se estabelecendo como entidade importante para o Município, ocupando lugar de destaque na sociedade, porque cumprindo sua finalidade social: difundir a literatura, cultura e arte. O Espaço Cultural Raso da Catarina, sede da ACADEMIA DE LETRAS DE PAULO AFONSO (ALPA) gestora do Memorial Abel Barbosa, é a casa dos escritores e artistas! Muito há por fazer no que toca aos consertos, pintura, gradeamento de segurança, mobília, aparelhos eletroeletrônicos etc., mas tudo será alcançado, o primeiro passo foi dado para esse objetivo.

A pedra fundamental foi lança há 18 anos, entendo como oportuno parafrasear trecho da composição de Luiz Gonzaga:

“Delmiro deu a ideia

Apolônio aproveitou

Getúlio fez o decreto

E Dutra realizou”

Parafraseio:

Galdino deu a ideia

Gorette aproveitou

O prefeito fez o decreto

A nossa gestão alavancou

Essa é a ALPA em movimento!

ISAC DE OLIVEIRA

Presidente da ALPA

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts