Paulo Afonso, 21 de outubro de 2021

Paulo Afonso

NEP e Nasf promovem I Encontro Anual em Saúde Mental

O Setembro Amarelo é o mês de prevenção ao suicídio. Em Paulo Afonso,
durante todo o mês, diversas ações estão sendo realizadas para que a
comunidade possa estar atenta aos sinais.
Nesta quarta-feira (22), o Núcleo de Educação Permanente (NEP) e o Núcleo
de Saúde da Família (Nasf), promoveram o I Encontro Anual em Saúde Mental
para enfermeiros das UBS e profissionais do Nasf. O encontro, que reuniu
funcionários de diferentes setores, teve como objetivo discutir as demandas e
aprimorar as ações de prevenção ao suicídio.


A atividade aconteceu no Auditório Edson Teixeira, com palestra sobre
abordagem psicológica na prevenção ao suicídio, ministrada pela psicóloga
Nádia Pinheiro, e uma mesa redonda com apresentações da rede de saúde
mental do município.
Nádia chamou a atenção para que, além dos profissionais da saúde, a
sociedade também tenha esse cuidando em estar atenta aos sinais que alguém
possa dar, de estar com a saúde mental comprometida, especialmente os
familiares. “Hoje o encontro foi justamente para tratar sobre saúde mental, que
é uma questão muito séria no município, principalmente no tocante ao tema
sobre suicídio e estamos aqui reunidos para planejar melhores ações para
essa temática. Temos sempre que lembrar que o cuidado não é apenas do
profissional da saúde, é a sociedade como um todo, então todo mundo fazendo
a sua parte a gente consegue vencer os problemas de saúde mental da
cidade”.
Para a coordenadora do NEP, Larissa Thiara, foi muito importante a
participação de outros setores neste momento. “Hoje estamos trabalhando o
Setembro Amarelo, voltando ao mês de prevenção ao suicídio e estamos
realizando o primeiro encontro anual de saúde mental, onde convidamos a
coordenação de todos os setores de saúde mental para discutir os fluxos”.
“Nós estamos no mês de Setembro, onde abordamos a prevenção do suicídio.
A saúde mental nunca esteve tão em ênfase como neste mês e foi aí que
surgiu a idealização desse momento para que a gente possa articular a rede de
saúde mental do município e discutir as demandas para melhorar o serviço de
apoio a população. Então nada melhor do que juntar e aproximar esses
profissionais para que a gente possa fazer um trabalho de qualidade para a
comunidade”, explica a coordenadora do Nasf Jozy Viana.
A Diretora da Apae, Keila Jeane, reforçou os serviços que são prestados na
associação. “Foi muito gratificante participar desse momento, uma vez que
esse encontro foi de suma importância, já que a ApaeE também trabalha
preconizando o serviço de saúde mental com a nossa demanda de alunos, que

são alunos que têm deficiências intelectual e múltipla. Dentro dos serviços
prestados nós também trabalhamos com a saúde mental, por isso, foi muito
esclarecedor estar ouvindo os colegas que trabalham na área de saúde e estar
entendendo como é o funcionamento de cada secretaria, bem como, cada
serviço que é prestado dentro da Prefeitura. Estou muito feliz! Pude tirar
algumas dúvidas, assim como também estive esclarecendo de que forma a
Apae presta o serviço para a comunidade na saúde mental”.
Ainda estiveram presentes o secretário de Saúde, Adonel Junior; a
Superintendente da Atenção Primaria da Saúde, Simone Andrade; o
coordenador do CAPS 2, Tadeu Araujo; o coordenador do CAPS AD, Roberto
Wescley; a coordenadora do Núcleo Desenvolver, Flávia Lima; a coordenadora
do CREAS, Márcia Goreti; a coordenadora de Atenção Especializada, Paula
Siqueira; a coordenadora do Núcleo Ampliado de Saúde da Família, Jozy
Viana.

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts

ENQUETE

Como você avalia a postura do Presidente Bolsonaro na Semana da Pátria

RESULTADO PARCIAL

Carregando ... Carregando ...