Paulo Afonso, 22 de maio de 2024

Cultura

Moradores da Malhada Grande prestigiam Projeto Cultura em Movimento

Por ASCOM/PMPA em 23/09/2019 às 19:49

Depois do sucesso das duas primeiras edições, o projeto Cultura em Movimento chegou à área rural, reunindo centenas de moradores da Malhada Grande e localidades adjacentes na sexta-feira (20).

Por ser um dos povoados mais antigos de Paulo Afonso, com um acervo cultural que inclui pinturas rupestres, peças artesanais produzidas manualmente, a Malhada Grande foi escolhida para a primeira apresentação do Cultura em Movimento nos povoados. 

O coordenador do projeto, Rogério Xavier, vê a aceitação do público da localidade como uma prova de que a riqueza cultural de Paulo Afonso é vista como um patrimônio e deve ser valorizada sempre.

“O projeto Cultura em Movimento chega à terceira edição inaugurando a fase dos povoados. A Malhada Grande foi escolhida para receber essa nova fase, a recepção dos moradores foi maravilhosa e nós ficamos satisfeitos com o sucesso do projeto que mostra a riqueza cultural de Paulo Afonso. A presença do público desde a primeira edição, para nós, é um incentivo a prosseguir com esse projeto que nos dá muita honra em realizar”, disse Rogério Xavier.

Alunos da Escola Municipal Rita Gomes de Sá se destacaram entre as apresentações de dança, teatro, coral e palhaços. A diretora Adnaran Nadja agradeceu pela realização do evento em seu povoado e disse que a participação, tanto dos alunos, como dos moradores, foi uma demonstração de interesse pela história da localidade e suas manifestações culturais. 

“Nós que moramos na Malhada Grande e fazemos parte da Escola Rita Gomes de Sá nos sentimos honrados pelo nosso povoado ter sido escolhido para sediar a terceira edição do projeto Cultura em Movimento. Nossa comunidade possui um acervo cultural muito rico, temos pinturas rupestres, uma história belíssima, os moradores apreciam manifestações culturais e ainda temos o artesanato, que é uma característica nossa, e hoje, nós estamos felizes por receber esse importante projeto”.

Na quadra esportiva, local do evento, foram montados estandes para exposição de artesanatos e literaturas. O presidente da Associação Sociocultural Amigos de Francisco, Jorge Henrique observa que o surgimento de novas tecnologias, apesar de importante, não deve excluir o hábito da leitura. Para ele, o interesse das crianças e adolescentes pelo estande provou que os livros continuam sendo a maior fonte de pesquisa.

“Em eventos culturais os livros não podem faltar, e nós precisamos incentivar os jovens a ler. A intenção não é excluir o uso da internet para pesquisas, mas incentivar a leitura de livros. Eu me surpreendi com o interesse das crianças e adolescentes da Malhada Grande, eles estão demonstrando uma curiosidade incrível pelo nosso estande e isso significa que a leitura continua sendo um hábito”, falou Jorge Henrique.

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts