Paulo Afonso, 15 de junho de 2021

Polícia

‘Moção de Repúdio’ para diretores da Chesf é aprovada pela Câmara de Paulo Afonso por transferência do HNAS

Com informações do site pa4

A Câmara Municipal de Paulo Afonso aprovou por unanimidade, durante sessão ordinária realizada nesta segunda-feira (24/5), uma Moção de Repúdio, aos diretores de gestão da Companhia Hidrelétrica do São Francisco-Chesf, Adriano Soares e Rodrigo Lira.

De acordo com a justificativa da autora da proposição, vereadora Lêda Chaves (PDT), os referidos gestores “contribuíram diretamente pela transferência do Hospital Nair Alves de Souza – HNAS para o Poder Público, após 70 anos sob sua reponsabilidade, causando o caos financeiro e terror na saúde de quem necessita dos serviços médicos e hospitalares do referido hospital.

Também argumentou: “os diretores sabiam que a prefeitura de Paulo Afonso não teria condições financeiras para assumir este hospital que atende a aproximadamente 23 (vinte e três) cidades e 700.000 (setecentos mil) habitantes que compõe os estados da Bahia, Alagoas, Sergipe e Pernambuco.”

Em recente entrevista, o prefeito de Paulo Afonso Luiz de Deus (PSD), admitiu pela primeira vez, a precária situação do Hospital Nair Alves de Souza após a Chesf transferir integralmente no dia 1º de janeiro de 2021 a gestão daquela unidade para a prefeitura

O chefe do executivo disse ter advertido que o hospital quebraria o município, “os fornecedores já estão recebendo com atrasos”, afirmou. Ano passado, o último administrado pela CHESF, a despesa do HNAS era de aproximadamente R$ 50 milhões por ano.

Em quatro meses à frente da unidade, Luiz de Deus revelou: “a Prefeitura não suporta mais.”

 

 

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts

ENQUETE

Na sua opinião quem é o melhor vereador do BTN?

RESULTADO PARCIAL

Carregando ... Carregando ...