Paulo Afonso, 25 de junho de 2024

Geral

Impactos Ambientais no Brasil e suas Irreparações

Por: Silvano Wanderley – Publicado em 12/10/19 – às 2135

O Brasil de vez em quando sofre com certos impactos ambientais decorrente da ação humana.

São barragens de minério que matam e contaminam, seja nas contaminações das águas do Rio São Francisco em várias situações que já presenciamos com locais eutrofizados e certas manchas de sujeira e com perigo a saúde das populações urbanas e rurais.

Não há como impedir de imediato que essas poluições e consequente contaminações possam ser barradas em tempo hábil, e sabemos o porquê de tanta inércia e despreparo para evitarmos esses impactos.

Criamos Legislações demasiadas, Decretos as montes, Resoluções exageradas nas suas quantidades e qualidades, Conselhos de tudo que é jeito na área ambiental e só.

Hoje somos no papel um País avançado no tocante as Leis nesse âmbito, temos um Código Florestal moderno, processos de outorga do uso múltiplo da água qualificado, Plano de Resíduos Sólidos de vanguarda, Plano de Saneamento Básico de primeiro mundo, Programas de Proteção a Fauna Silvestre de excelência, Programas de Combate à Desertificação, Lei de Agrotóxicos atualizada mesmo que ainda mais nociva à saúde humana.

Mas, falta certos planos de ação pragmático de implantação a prevenção aos impactos e danos ambientais decorrentes do mau uso dos recursos naturais e uma fiscalização mais técnica para evitarmos o pior.

Vejam a proliferação de petróleo cru nas praias nordestinas, onde não temos ações imediatas para minimizar e restaurar o ambiente já danificado, em função da falta de investimentos em pesquisas para essas não conformidades ambientais.

Temos que rever esses conceitos e os Diplomas Legais urgente, é muita retórica e reuniões sem resultados para prever e proteger a natureza das ações irresponsáveis no meio. Pragmatismo já.

Silvano Wanderley Ferreira, Geógrafo e colunista do Tribuna Mulungu

*Este artigo não representa necessariamente a opinião do Portal Tribuna Mulungu

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts