Paulo Afonso, 23 de fevereiro de 2024

Sem categoria

Estamos na final da copa América

Por Félix Ramon

Seleção argentina joga bem pressiona o Brasil, mas não consegue furar a defesa brasileira, que conta com boas atuações individuais para matar o jogo e conseguir a classificação para a final domingo no Maracanã.

Havia quem acreditasse que seria fácil passar pela Argentina e não foi. Faz tempo que as duas seleções não jogam o seu melhor futebol, mesmo que ontem tenham feito talvez a melhor partida das duas nos últimos anos, as duas seleções fizeram um bonito jogo e no jogo coletivo desempenhado pelo Brasil nós fomos cirúrgicos e conseguimos fazer o placar de 2 a 0 e mandar nossos “Hermanos” para casa.

É fato que a seleção canarinha não vem tendo boas atuações, mas a defesa muito bem montada, aliás a muito tempo que não leva um gol sequer, nessa Copa América ainda não sofreu nenhum, e, o jogo coletivo da seleção permite que todos os jogadores mostrem suas qualidades e, isso faz com que o time não sofra com a dependência da performance de um único jogador.
Vale destacar o jogo brilhante do lateral Daniel Alves, do atacante Gabriel Jesus e do volante Casemiro que jogaram muita bola.

O jogo em si foi daqueles digno de um Brasil e Argentina, aquele confronto catimbado, com algumas entradas fortes e maldosas por parte dos argentinos, mas com muita qualidade técnica e a constante busca pelo gol.
A seleção argentina não tem vocação para defesa e não ficaria esperando o Brasil, então durante os 90 minutos o gol foi o grande objetivo de ambas as equipes.

O Brasil saiu na frente logo cedo em uma bela jogada de Daniel Alves, o lateral da um chapéu no adversário, dá seguimento a jogada e abre na ponta para Roberto Firmino que com apenas um toque na bola cruza rasteiro e forte encontrando Gabriel Jesus livre de marcação para empurrar para as redes do goleiro Armani, 1 a 0 Brasil e quebra de jejum do artilheiro. Isso tudo aos 19 do primeiro tempo.

Daí em diante o que se viu foi a argentina equilibrar o jogo e conseguir algumas boas chances de empatar a partida. Aos 29 Messi cobra falta na área e o atacante Aguero cabeceia a bola no travessão de Alisson que nada podia fazer, a bola sobra na pequena área mas o zagueiro Thiago Silva afasta o perigo da área brasileira.

No segundo tempo a tônica do jogo continuava, a seleção argentina começa pressionando querendo o empate e aos 14 bola sobra na canhota de Messi que bate de primeira na trave do goleiro brasileiro, e por pouco o empate não veio; Oito minutos depois, falta para Messi cobrar, o argentino capricha mas para nas mãos do bem colocado Alisson;
Aos 25 da etapa final o balde de água fria nos Hermanos, Messi perde uma bola na meia lua da grande área do brasil, Gabriel Jesus fica com a sobra da bola, mata no peito e arranca de antes do meio campo, toma uma chegada forte do adversário mas não cai, segue na jogada, toma outra pegada e ainda continua de pé, invade a área do goleiro argentino dá um corte seco no zagueiro e serve Roberto Firmino que só tem o trabalho de empurrar para o fundo das redes, Brasil 2 a 0.

De forma cirúrgica, um Brasil que sabe se defender muito bem e que aproveitou as chances que teve, segue em frente e merece estar na final do torneio mesmo sabendo que pode desempenhar um melhor futebol.

Hoje sai o adversário da final, Chile e Peru se enfrentam as 21 e 30. Será que a seleção peruana elimina mais uma favorita e faz a final com o Brasil, ou a seleção chilena garante seu favoritismo e faz a final das duas melhores seleções do torneio?

Deixe seu comentário, e nos ajude a melhorar.

*Félix Ramon, Repórter e Colunista do Portal Tribuna Mulungu

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts