Paulo Afonso, 10 de agosto de 2022

Educação

Em noite festiva, Seduc recebe Moção de Aplauso da Câmara pelas Aulas Radiofônicas e agradece aos parceiros pela realização do projeto

A noite desta quinta-feira (22), foi marcada por diversas homenagens às Aulas Radiofônicas, projeto realizado pela Secretaria de Educação (Seduc) durante a pandemia. A atividade pioneira transmitiu conteúdo pedagógico via rádio e teve como tema “Educação de longe, mas ao pé do ouvido.

O trabalho foi reconhecido pela Câmara de Vereadores, que concedeu Moção de Aplauso e foi entregue à equipe pelo presidente Pedro Macário, no evento realizado na Escola João Bosco. A moção foi aprovada por unanimidade. Na oportunidade, a Seduc entregou ainda a monção honrosa aos educadores e comunicadores que contribuíram para que a ação acontecesse e chegasse a centena de estudantes.

Na abertura foi realizada a apresentação musical de Anderson e Willame e da Banda Marcial Luiz Barbosa de Deus. Em seguida a aluna da Escola Rita Gomes, do povoado Malhada Grande, Maria Elisa, recitou a poesia de sua autoria “O artista do Ensinar”.

A mãe da aluna Elisa, Eline Souza, acompanhou a filha nas aulas pelo rádio e falou da relevância da ação durante a pandemia. “As aulas radiofônicas foram de extrema importância, principalmente para o pessoal da área rural, onde o acesso à internet não é tão bom. Foi uma porta a mais para não ter desculpa para não estudar. Queria agradecer a todos que se empenharam nesse projeto”, diz.

O evento teve na composição da mesa o vice-prefeito Marcondes Francisco; o presidente da Câmara Pedro Macário; a secretária de Educação, Elza Brito; da Assessora de Comunicação (Ascom), Veruscka Alcântara; o representante da Rádio Bahia Nordeste, Fábio Salvador e a coordenadora do projeto, Bel Anjos.

A secretária de Educação, Elza Brito, falou emocionada do desafio durante a pandemia e agradeceu a todos que participaram. “Agradeço a todos que estiveram conosco nesse grande desafio. Nós da educação somos desafiados cotidianamente, mas nesse período de pandemia surgiram desafios inéditos. Nós pensamos nessa ideia, em mais uma possibilidade de ferramenta para chegar aos nossos alunos e nós fomos planejar, foram dias buscando outras iniciativas e era algo que precisava acontecer. Nós fomos aplicando e mostrando que a educação se faz assim, acontece quando todos nós nos damos as mãos. A educação é um grande ato de amor e a gente precisava encontrar algo mais para chegar onde não havia tecnologia”, ressaltou.

“A educação é uma coisa que não se pode mensurar e a gente fica feliz quando passa por um momento tão difícil como esse que passamos e a sabedoria fez com que as pessoas arrumassem caminhos para aqueles que não tinham acesso à internet”, ressaltou Macário.

Segundo a professora e coordenadora do projeto, Bel Anjos foi um momento de gratidão e reconhecimento. “Quero agradecer a cada um de vocês. Foi um momento de desafio para a maioria e para nós professores foi uma situação nova, foi inédita. As aulas foram realmente exitosas e isso a educação deve a cada um de vocês, aos profissionais e todos foram muito importantes. É um momento de agradecer pela parceria e reconhecer a força que cada um de vocês tem”.

Marcondes expressou o compromisso da equipe em encontrar uma ferramenta para um momento tão difícil. “Todos nós sabemos o quanto foi difícil diante da pandemia vocês usarem inteligentemente essa ferramenta para poder assim atender e chegar até os alunos. A todos vocês que abraçaram esse projeto estão de parabéns, parabéns ao prefeito Luiz de Deus que acreditou e deu tudo certo. Fica aqui a nossa gratidão”, diz o vice-prefeito Marcondes Francisco.

A assessora de Comunicação Veruscka Alcântara ressaltou a importância dos comunicadores para que o projeto chegasse aos alunos, bem como o empenho da Seduc em realizá-lo. “Fazer educação pública é um desafio, mas podem ter certeza que estão no caminho certo, e como exemplo temos a Aula Radiofônica. As críticas elas só acontecem porque tem alguém agindo, fazendo, se movimentando e fazendo a vida girar. Quando estamos parados, não recebemos as críticas, mas também não contribuímos com o crescimento. Continuem fazendo, acontecendo e mudando a história”, falou.

Fábio Salvador, que foi representando o Sócio Diretor da RBN, Jota Matos, falou da satisfação em participar. “Fico feliz em ter contribuído com cada um de vocês. Em nome do Jota Matos posso dizer a vocês que ele se sente muito feliz e satisfeito por ter contribuído naquele momento tão difícil para todos, sendo o órgão transmissor para que chegasse a informação aos alunos”.

A veiculação do programa foi baseada no convênio Mec / Abert em vigor desde 1991, regulamentado pelo parágrafo 3º, do artigo 16, do Decreto Lei nº 236 e Lei 9394/ 96. A ação da Seduc, também foi reconhecida pela União dos Dirigentes Municipais de Educação – Undime BA.

Com o tema “Educação de Longe, mas ao pé do Ouvido”, o projeto que foi criado durante a pandemia, fortaleceu o laço e a aprendizado dos alunos da rede municipal de educação, especialmente da zona rural, que apresentavam dificuldade para o acesso as aulas remotas com o alcance da internet nas localidades. As aulas, que eram veiculadas de segunda a sexta-feira, teve início em maio de 2021 e término em janeiro de 2022 e eram veiculadas pela RBN.

Ainda participaram do evento o subsecretário de Educação, Pedro Gomes; o vereador Leco, representantes das secretarias municipais e setores da Seduc, além da imprensa.

Autor: Ascom/PMPA

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts