Paulo Afonso, 29 de fevereiro de 2024

Geral

Com implantação do Programa Mais Leite, produtores dobram produção diária

Por: michel

POR ASCOM/PMPA, 06/08/2019 ÁS 14:53

São 10 mil litros por dia e criadores são acompanhados por incentivos e capacitações

Os produtores rurais de Paulo Afonso, com apoio da gestão municipal, dobraram a produção de leite no município.  O aumento de 5 para 10 mil litros diários é fruto da implantação do Programa Mais Leite, realizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Agricultura e Aqüicultura.

Desse número, cerca de 6 mil litros são exportados para o estado do Ceará e o restante fica para a produção de derivados que, são comercializados no município. Mensalmente são cerca de 300 mil litros de leite que vem modificando a realidade dos criadores. 

Desde 2017 eles recebem acompanhamento com capacitações, implementos agrícolas, aração de terra e perfuração de poços, que dão o suporte ao programa. Para alimentar os animais, a Prefeitura disponibiliza raquetes de palmas livre da praga colchonilha do carmim, implantando o maior viveiro de palmas a céu aberto do país, registrado pelo Ministério da Agricultura.

Ao todo, mais de 3 milhões de raquetes da planta já foram distribuídas, cultivadas em uma área de dez mil metros quadrados. A palma forrageira é uma reserva estratégica para que o produtor possa enfrentar a seca e é de fundamental importância para quem vive da atividade rural no Semiárido. Os 60 produtores rurais recebem assistência técnica de profissionais para técnicas de manejo sanitário, reprodutivo e alimentar.

(Créditos ASCOM/PMPA)

Grades para aração, roçadeiras e carroções também são disponibilizados, além de consultoria sobre os cuidados com os animais através de um veterinário. Para levar mais informações sobre os temas, palestras e são realizadas.

Para dar ainda mais suporte ao homem do campo, a Prefeitura disponibilizou para os produtores dos povoados Tabuleirinho e Sítio do Tará, sete bezerros, que foram reproduzidos através de inseminação artificial, uma nova vertente trabalhada no município.  A aquisição de uma máquina perfuratriz também dá suporte, com capacidade para perfurar poços de até 300 metros de profundidade. Até o momento são 64 poços perfurados.

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts