Paulo Afonso, 22 de maio de 2024

Opinião

Cena política em ação

Por Geraldo Alves** – Publicado em 30/09/19 – às 22:25

Talvez o resultado catastrófico das últimas eleições gerais do Brasil tenha impulsionado o surgimento e a real necessidade de construirmos uma nova etapa política.

E é claro que o processo eleitoral que define o comando do executivo e a composição do legislativo municipal perpassa por uma profunda transformação.

Essa construção diante de um novo cenário político requer enorme empenho e comprometimento.
Em Paulo Afonso em especial a predisposição de ótimos quadros para o pleito municipal mostra que existe opção sim, de mudar essa política hegemônica de uma oligárquica que revessa entre si.

Não é uma disputa qualquer não. Sabemos que o grupo político que detém o comando do executivo municipal criou raízes e essas raízes são profundas. Não será uma missão fácil destronar um grupo que nas últimas três décadas só ficou de fora por um curto intervalo de 04 anos quando da vitória de um “azarão” que por não dispor de habilidades em articulação política foi arremessado abruptamente e não mais teve chance real de retornar.

Pois bem, na conjuntura de momento o surgimento de novos nomes acende uma “luz” de alerta que pode vir com “vôos” solos que possa garantir uma vitória ao projeto que melhor se apresentar a sociedade e que construa uma base sólida com a participação popular e um dialogo sincero com as instituições democráticas.

A política de alianças assegura maiores dividendos políticos mais nunca é demais ressaltar que é preciso definir muito bem o papel de cada um/a na composição político eleitoral e na gestão. Algumas das mentes brilhantes acham que dominam a arte da articulação política mais a tal frase “política é como nuvem”, serve de alerta. É hora de ouvir todos/as e garantir uma disputa representativa.

*Geraldo Alves – Colunista do portal Tribuna Mulungu, ativista político e social, defensor da cultura de paz e de uma educação pública de qualidade para todos/as

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Tribuna Mulungu

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts