Paulo Afonso, 23 de setembro de 2021

Geral

Cachorro prova que em coração de mãe sempre cabe mais um e acolhe filhote de gato abandonado

Um cachorro da raça Doberman Pinscher chamada de Ruby, uma raça que em geral, é conhecida por ser agressiva e usada como guarda quebrou o seu estereótipo, sendo uma mãe amorosa, atenciosa, e não só para seus próprios filhotes. Recentemente, a dona de Ruby resgatou uma gatinha, que aparentemente foi abandonada pela mãe.

O felino tinha entre dois e três dias de vida mas, como num passe de mágica, se tornou o sétimo bebê de Ruby, que amamentava seus seis filhotes, mas abriu espaço para mais um.

“Ela nasceu para ser mãe de qualquer animal”, conta Brittany Callan, tutora de Ruby e dos outros animais. De acordo com ela, já passaram pela casa coelhos, porquinhos-da-índia, galinhas patos, e todos foram cuidados por Ruby. “Ela os lambia para limpá-los, como se fosse a mãe”.

Por essa tendência de cuidados de Ruby, Brittany achou que seria fácil para a Doberman aceitar a pequena Rose, como nomeou a gatinha.

Para se adapatar com a nova família, Brittany colocou a gatinha em suas mãos e aproximou de Ruby, para que ela cheirasse o filhote. Essa parte foi simples.

“Depois, eu fui abaixando ela e a coloquei perto do peito de Ruby”. E assim foi feito. Quase que instantaneamente, Rose começou a ser amamentada por Ruby, assim como seus outros filhotes.

Para garantir a saúde da gatinha, Brittany foi até especialistas, que agora complementa a alimentação de Rose com fórmulas especiais.

Além do cuidado com amamentação, parece que Rose e Ruby criaram um laço especial. Agora, para onde vai, a cadela leva a gatinha pelo pescoço, como os outros filhotes (que não demonstram nenhum ciúme pela meia irmã).

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts

ENQUETE

Como você avalia a postura do Presidente Bolsonaro na Semana da Pátria

RESULTADO PARCIAL

Carregando ... Carregando ...