Paulo Afonso, 3 de julho de 2022

Educação

Acolhimento Pedagógico para profissionais das UBS teve início nesta terça-feira (7)

Teve início nesta terça-feira (7), na Escola Rivadalva de Carvalho, localizada no Bairro Tancredo Neves (BTN), a primeira etapa do Acolhimento Pedagógico para os profissionais das Unidades Básicas de Saúde. As primeiras equipes a serem contempladas foram as dos postos de saúde do Maruim e Santa Inês.

O Acolhimento Pedagógico, que é proposto pela Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (Sesab), é um processo estruturante de Educação Permanente voltado às equipes de Saúde da Família no Estado da Bahia, com o objetivo de acolher os trabalhadores da Estratégia Saúde da Família (ESF), a partir dos elementos pedagógicos que pautam a própria ESF, a Atenção Básica e o Sistema Único de Saúde.

A atividade, que vai até sexta-feira (10), está sendo conduzida pela Nutricionista Jozy Nathielly, pelas enfermeiras Larissa Thiara e Simone Pimentel e pela médica Patrícia Carvalho. O secretário de Saúde, Adonel Júnior, esteve presente, iniciando os trabalhos e dando as boas-vindas.

O público-alvo é composto por trabalhadores das equipes de Saúde da Família (ESF), médicos, enfermeiros, dentistas, agentes comunitários de saúde, técnicos em enfermagem, auxiliares de saúde bucal, recepcionistas e Profissionais do NASF – AB, equipes multiprofissionais.

“Esta ação tem o intuito de qualificar as equipes de Saúde da Família para um melhor desenvolvimento do cuidado da população. Vai ser um curso de quatro dias, com dispersão de 45 dias, depois terá mais duas etapas. A gente vai trabalhar questões como territorialização e linha de cuidado”, diz Jozy.

O objetivo geral do acolhimento é o fortalecimento da Estratégia de Saúde da Família, das unidades de saúde com foco na participação dos servidores, buscando capacitá-los para acolher o usuário de forma adequada, encaminhá-los para o atendimento conforme suas necessidades de forma resolutiva, orientar os trabalhadores em saúde na organização do serviço e atender com eficiência as demandas das unidades.

Autor: Ascom/PMPA

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts