Paulo Afonso, 22 de fevereiro de 2024

Arte

Ações do programa Inclusão Produtiva profissionalizam mulheres atendidas pela rede socioassistencial da Prefeitura

Por ASCOM/PMPA em 25/09/2019 às 20:11

Moradoras do povoado Salgadinho concluem oficina de arte em fuxico, workshop de sandálias decoradas chega ao bairro Siriema e curso de pintura em tecido contempla mulheres dos Campos Novos

Aconteceu nesta terça-feira (24), no povoado Salgadinho, a entrega de certificados ao grupo de mulheres que concluiu a oficina de arte em fuxico, ofertada gratuitamente pela Prefeitura.

Com carga horária de 30 horas e duração de três meses, a oficina foi coordenada pelo Programa Inclusão Produtiva da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes). Outro momento da solenidade foi a palestra Economia Solidária, ministrada por Marta Aires, promovida pelo Programa Acessuas Trabalho. 

O programa Inclusão Produtiva prossegue com o objetivo de capacitar e profissionalizar o público feminino, promovendo sua independência financeira. Nesta sexta-feira (27), a partir das 14h, mulheres com idade a partir de 15 anos, residentes no Bairro Siriema, poderão se inscrever para participar do workshop de Sandálias Decoradas.

As interessadas devem se dirigir à sede do projeto Arte de Tecer, no Bairro Siriema I, levando RG; CPF, Comprovante de Residência e cartão do Bolsa Família.


A capacitação também é ofertada gratuitamente pela Prefeitura, destinada ao público feminino, beneficiário do Bolsa Família, em situação de vulnerabilidade  social e econômica e usuário dos Grupos de Convivência dos CRAS de referência na zona urbana e zona rural. 

“As vagas são limitadas para mulheres do bairro. As aulas serão ministradas todas as quintas-feiras do mês de outubro, iniciando no dia 3, às 14h”, lembra a coordenadora do programa Inclusão Produtiva, Rosário Soares. 

No povoado Campos Novos, todas as quintas-feiras acontecem as aulas do curso de pintura em tecido. Iniciado no mês de julho, o curso se estende até novembro, com a participação de 25 mulheres residentes na localidade, referenciadas pelo Centro de Referência de Assistência Social  da Barroca.

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts