Paulo Afonso, 29 de fevereiro de 2024

Educação

A “nova” geração de condutores

É bem comum identificar a falta de atenção da “nova” geração de condutores e isso tem resultado na elevação de acidentes inclusive com mortes. Os grandes centros urbanos já sofrem com essa “indústria” que gera toda uma reação em “cadeia” e que tem nos últimos anos se interiorizado em uma velocidade impressionante.

Com isso as gestões públicas não estão preparadas para conviver com a “nova” geração de condutores e as cidades custam perceber que é preciso incorporar uma política pública de mobilidade urbana como um gesto claro de melhorar a fluidez no trânsito.

Obviamente que o monitoramento do tráfego é algo importante mas em nada adiantar se não houver um planejamento. Sem falar que esses índices elevados de acidentes geram também uma demanda enorme na segurança e na saúde pública principalmente.

Nós não podemos nos darmos ao “luxo” de sobrecarregar ainda mais as forças de segurança e aos profissionais em saúde.


Geraldo Alves – é colunista do portal Tribuna Mulungu, comunicador popular, ativista político e social, defensor da educação pública e de qualidade, da gestão democrática escolar, da liberdade de expressão…

Os comentários não representam a opinião do Tribuna Mulungu. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Veja também

Relacionado Posts