Ato simbólico nesta quarta-feira (20), marca o início da vacinação contra a covid-19 em Paulo Afonso

Ato simbólico nesta quarta-feira (20), marca o início da vacinação contra a covid-19 em Paulo Afonso

Um ato simbólico nesta quarta-feira (20), marca o início da vacinação contra a covid-19 em Paulo Afonso

A ação acontece na Upa Covid, às 10h, onde serão aplicadas doses em trabalhadores da saúde, representando os profissionais que estão na linha de frente contra o novo coronavírus e serão vacinados nesta primeira etapa.

Devido a pandemia, o evento não será aberto ao público, apenas para a imprensa, respeitando o protocolo da OMS para evitar a proliferação do vírus. O ato será transmitido ao vivo pelo instagram oficial @prefpauloafonso.

As 966 doses irão imunizar 483 pessoas. A primeira etapa contempla trabalhadores da saúde que estão na linha de frente contra a covid-19, da UPA Covid, UTI Covid HMPA, SAMU, Lacen, desinfecção e monitoramento;  profissionais da atenção básica – médicos, enfermeiros e vacinadores; idoso institucionalizado com mais de 60 anos e indígenas.

De acordo com o secretário de Saúde, Adonel Júnior, as equipes estão preparadas e capacitadas para a aplicação, que será estendida tão logo chegue os outros lotes da vacina. “O Plano Municipal de Vacinação contempla 16 salas de vacina, com dois drives-thrus, que serão utilizados quando a vacina chegar em grande escala. No momento, para este público que está sendo determinado pelo Ministério da Saúde, a vacinação será feita no local de trabalho para os profissionais de saúde que estão elencados e in loco para os indígenas e idosos institucionalizados”, explica Adonel.

Ele enfatiza que a Upa Covid foi escolhida porque foi um marco no que diz respeito ao tratamento da doença no município. “A Upa Covid é um marco em diversos aspectos e é a materialização do compromisso do prefeito Luiz de Deus no tratamento contra esse vírus. Nesse local, profissionais se dedicam diuturnamente, ofertando não só o trabalho, mas dedicação e carinho aos pacientes. Somos referência no que diz respeito à covid na região e isso é fruto de um trabalho intenso e de dedicação, desde quando iniciou a pandemia, em março de 2020. Hoje contamos com a Upa Covid, a UTI Covid do HMPA e toda a rede de saúde preparada para atender e encaminhar os positivados. É um trabalho árduo, mas vamos vencer essa batalha”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *