UM FIO DE VIDA

UM FIO DE VIDA

Por José Maria de Souza – Publicado em 31/01/2020 às 12:15

O esforço cognitivo de compreender a vida é fruto da reflexão, do que observamos no nosso dia-a-dia, este trabalho mental em elaborar novos conceitos e compartilhá-los exige um certo conhecimento agregado e integrais que darão corpo ao objeto de estudo.

A estagnação não faz parte do viver, tudo é móvel, dinâmico e em transformação é um reconstituir-se, torna -se um princípio de renovação.
Somos atitudinais, tomamos decisões, somos responsáveis pelas nossas escolhas, apesar de que em dadas situações a mente é capaz de nos sabotar e nos levar ao desânimo as frustrações, a baixo auto estima o que nos incapacita.

É sempre assim, tem dias que nada acontece dentro do que planejamos. Existem variáveis que interferem nas nossas próprias decisões, nos conduzindo a outros caminhos, assim sendo, obviamente precisamos ter consciência deste processo.

Ter um olhar para si, buscando o auto conhecimento, que encontre a origem da sua essência é virtuosa atitude.
O viver é por si só desafiador exigindo enfrentamentos, que naturalmente se modifica nas suas estratégias, portanto, sejamos e estejamos prontos para a superação seja individual e/ou coletiva.

A vida é como um tecido, que comporta remendos, mais é chegada a hora de um refazer-se, um novo fio ressurge mais duradouro!!
A vida de cada um é pessoal, diferenciada, intransferível, no entanto, ao serem contadas, querem servir de luz na caminhada.

Prof.Jose Maria de Souza , Escritor Esp.em História do Nordeste e Dirigente Escolar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *