Votação para Conselho Tutelar – BTN “FORA”

Votação para Conselho Tutelar – BTN “FORA”

Inicialmente os colégios Rivadalva de Carvalho (BTN II) e Carlina Barbosa (centro) figuravam como locais de votação para o processo de eleições diretas para escolha dos/ as, 05 novos/ as conselheiros/ as tutelar de Paulo Afonso – BA.

Uma tomada de decisão que garantiria maior participação popular, porém um revés frente às dificuldades para assegurar um processo eleitoral amplo, fez surgir, uma nova definição restringindo as eleições gerais para apenas o colégio Carlina/ Centro.

Em um universo eleitoral no qual o BTN tem números decisivos e dadas as dificuldades de deslocamento para o centro e sem falar no custo para as pessoas, naturalmente o processo sofrerá uma revoada de eleitores oriundos dos bairros populares.

Existe uma representatividade política no complexo BTN que não parecem muito atentos aos detalhes que fazem a diferença. Ainda tem a questão de que urge pautar o debate necessário de instituir uma segunda turma de conselheiros/ as tutelar que possa cobrir o BTN e parte da área rural.

O município carece garantir maior cobertura no combate às diversas formas de violência contra as nossas crianças e adolescentes. Apenas 05 conselheiros/ as tutelar que trabalham por escala é algo que nem carece de muito esforço para percebermos que não é o suficiente para atender a demanda. Os índices da violência não são nada animadores e é por esse motivo único e simplesmente que o parlamento municipal, deveria dialogar com a sociedade e os poderes executivo e judicial assim como toda a rede de proteção e propor ampliação da atuação do conselho tutelar.

Geraldo Alves – colunista do Tribuna Mulungu, comunicador popular, ativista politico e social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *