PÁTRIA QUE ME PARIU

PÁTRIA QUE ME PARIU

Por Alex Xela Lima – em 07/09/19 às 11hs07

Não serei o poeta de um mundo caduco.
(Carlos Drummond de Andrade)

Chega de tanta matança,
De revólver na mão de criança,
Tanto de um lado só da balança
E tanta gente sem ter
O que comer

Chega de tanta ignorância,
Zum-zum-zum de ambulância,
A paz a uma grande distância
E tanta gente sem sorrir
Por não ter onde dormir

Onde está a esperança,
O sorriso da criança,
O princípio da paz?

Onde esta o amor?
O noticiário: que horror;
Assim não dá mais!

Meu Deus onde estou vivendo,
Com meus versos morrendo
Sem apoio, direção?

Pra quê jurar a bandeira,
Ser um soldado de primeira
Sem poder defender sua opinião?

Meu Deus, que pátria é essa?!
Que pátria é essa?!I
Essa que me pariu?..

É duro acreditar,
É duro amar,
Mas eu a amo,
Melhora Brasil!!!

Alex Xela Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *