Bombeiro toca Sax diariamente para animar as pessoas

Bombeiro toca Sax diariamente para animar as pessoas

Por SóNoticiaBoa – Publicado em 21/04/20 às 11:05

João Neto toca em Águas Claras – Fotos: divulgação

Todo dia às 6 da tarde o bombeiro militar reformado, João Filho, de 49 anos, tem uma missão especial com o sax : levar esperança para pessoas que estão presas em seus apartamentos, respeitando o isolamento social para reduzir o contágio coronavírus.

Ele leva carinho e o saxofone aos condomínios de prédios de Águas Claras, a 20 km de Brasília, no Distrito Federal e, após as primeiras notas, a plateia começa a surgir nas sacadas dos prédios pra curtir.

“Tem gente que acena, fica dançando na sacada, com uma taça de vinho na mão..”, contou entrevista ao SóNotíciaBoa o saxofonista João Filho, que também é cantor.

E os shows, programados para durar 35 minutos, têm tantos pedidos de “bis” que acabam levando mais de uma hora.

O repertório tem agradado a plateia no alto dos prédios. Vai desde Bossa Nova e Jazz até Pop e MPB.

Enquanto curtem a música, as pessoas gravam vídeos das apresentações e depois postam nas redes sociais.

Alguns, João compartilha no Instagram @MeiaBocaBand, nome que criou com humildade e brincadeira, porque o som dele não tem nada de meia-boca.

Os vídeos de João começaram a ser compartilhados nas redes sociais na semana passada, depois que outro bombeiro, do Rio de Janeiro, fez apresentações musicais no alto de uma escada magirus, na Barra da Tijuca.

Depressão

A relação de João com o saxofone começou depois de uma depressão, entre 2006 e 2008, quando ainda trabalhava como bombeiro em Brasília.

“Além dos remédios, o psiquiatra sugeriu eu fizesse música para ajudar no tratamento, foi quando comecei as aulas de saxofone”, contou.

A ideia fez bem para ele e também para outras pessoas.

Há 10 anos João Filho usa a música para aliviar a tensão de pacientes e profissionais da saúde. Ele toca em hospitais do Distrito Federal, nas ruas, anima festas e faz serestas por encomenda, nas janelas das pessoas.

Steve Wonder

E foi em um desses shows como artista de rua que, em 2014, ele deu de cara com Steve Wonder. O músico norte-americano passava pela comercial de uma quadra na Asa Sul, em Brasília, quando ouviu João tocando o clássico Garota de Ipanema – de Tom Jobim –  e foi lá tocar com ele.

O vídeo do dia de glória do brasiliense foi parar na TV, nas redes sociais (assista abaixo) e João ficou famoso na cidade.

Parceria

Hoje ele tem parceria com a PicoléParaTodos, um projeto que estimula a honestidade com uso de picolés. Eles fazem a venda na confiança, sem vendedores. A pessoa pega o picolé e deposita o dinheiro em uma urna.

O projeto ajuda João na logística e transporte dos equipamentos até Águas Claras e convidam as pessoas que curtem o som do saxofonista para a depositar a quantia que quiserem para o músico.

Assim, ele se diverte, entretém outras pessoas e manda a depressão e a solidão do isolamento social pra bem longe!

Veja algumas apresentações recentes de João nos condomínios e depois ele com Steve Wonder:

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *